Vítor Baía

Vítor Manuel Martins Baía foi um jogador de futebol, português, nascido em 15 de outubro de 1969 em São Pedro da Afurada, em pleno município de Vila Nova de Gaia, distrito do Porto. Ele era um guarda-redes e foi considerado um dos melhores guardiões portugueses de sempre.

No clube

Ele foi o guarda-redes português mais emblemático dos últimos anos. Sua carreira foi marcada por uma fidelidade quase perfeita ao seu antigo clube, o FC Porto, onde estreou e ganhou 5 vezes o Campeonato de Portugal, o dobro da Copa de Portugal e 4 vezes a Supercopa de Portugal antes “vá tentar sua sorte em outro lugar como seus compatriotas Rui Costa, mas especialmente Luís Figo e Fernando Couto, ele encontrará seu próximo passo.

Barça

Em 1996, ele foi detonado pelo FC Barcelona, ​​onde chegou na bagagem do treinador inglês Bobby Robson, que acabara de deixar o FC Porto que treinou na temporada anterior. Em sua primeira temporada ele ganhou a Copa do Rei e a Copa dos Copos. A chegada do treinador holandês Louis van Gaal vai mudar o jogo, mesmo que nesse ano ele ganhou o Campeonato de Espanha, e novamente a Copa do Rei. Portanto, a situação será complicada para Baia, que vai de uma lesão a benefícios difíceis e não resiste à onda de laranja imposta pelo treinador. Ele será substituído pelo holandês Ruud Hesp e já não faz parte dos planos do Barça, deixou a Catalunha no final de 1998 para retornar às margens do Douro.

O retorno ao Porto

Affublé do No. 99 (como o ano de seu retorno ao FC Porto), ele vai sair por um ciclo de vitórias desde aquele ano, ele venceu pela sexta vez o Campeonato de Portugal e pela 5ª vez, a Supercopa de Portugal. Em 2000, ele fez uma boa corrida com o clube que chega nas quartas de final da Liga dos Campeões, onde ele falha contra o Bayern de Munique. Naquele ano, no entanto, ele ganhou sua terceira Copa de Portugal. Na temporada 2000/2001, o clube venceu a Copa de Portugal e a Supercopa de Portugal.

Mas o mais lindo continua a vir com a era Mourinho (chegou durante a temporada 2001/2002), especialmente durante a temporada 2002/2003, quando o clube conseguiu um quadrupleto histórico ao vencer o Campeonato de Portugal, a Copa de Portugal, o Copa da UEFA e a Supercopa Portuguesa.

A temporada 2003/2004 é ainda mais excepcional, com outro quadruplicado, pela primeira vez, eleva o troféu da Liga dos Campeões, do Campeonato de Portugal, da Supercopa Portuguesa e da Copa Intercontinental. Ele ainda ganhou os campeonatos 2005-2006 e 2006-2007, bem como a Copa de Portugal e a Supercopa de Portugal em 2006.

Na seleção nacional

Ele foi selecionado pela primeira vez em um amistoso em 19 de dezembro de 1990 para jogar contra os Estados Unidos, partida que Portugal venceu por 1-0 para a Maia. Ele não se tornou um titular (e capitão) até 1994 e a campanha de qualificação para o Euro 1996, o que o leva à Inglaterra, uma vez que a equipe se qualifica para as finais e falha contra a República Checa (futuro finalista ) nas quartas de final (1-0, graças a um lob Karel Poborský).

A campanha de qualificação para a Copa do Mundo de 1998 é um fracasso na medida em que a Selecção termina em terceiro lugar no seu grupo de qualificação atrás da Alemanha e da Ucrânia.

Esquecido o fracasso de 1998, a equipe se qualifica para o Euro 2000 na Bélgica e nos Países Baixos e faz uma corrida fabulosa antes de derrotar a França nas semifinais, depois de um gol de ouro, pena , durante o tempo extra.

Tendo sido ferido durante a maior parte das eliminatórias da Copa do Mundo de 2002, incluindo Ricardo e Quim, foi confirmado como o número 1 na final pelo treinador António Oliveira. Mas o torneio é um desastre para a equipe que não passará a primeira rodada. O desastre de 2002 marca o fim de uma era e sinaliza o destino de sua carreira internacional.

Apesar da vitória na Liga dos Campeões e no Campeonato de Portugal, o treinador brasileiro Luiz Felipe Scolari nomeado em 2003 à frente da seleção portuguesa não achou oportuno mantê-lo para o Euro 2004 que ocorreu ocorreu em Portugal. Ele também não foi selecionado para a Copa do Mundo de 2006. Sua última seleção internacional foi realizada em Inglaterra-Portugal em 7 de setembro de 2002 em Birmingham (1-1).